terça-feira, outubro 03, 2006

A frase que me deixou a pensar...

[ouvida en passant, numa telenovela]

"Se eu estivesse à espera do amor, era virgem até hoje"

37 comentários:

Ana Sousa disse...

Ehehhehe, essa novela tem umas qtas engraçadas
(não andarás tu a pensar de mais?)

BlueAngel disse...

Não sei q novela é, mas olha que, infelizmente, essa situação pode ser verdadeira.

guga disse...

nem 8 nem 80.

bjs Sandra

P. disse...

xiça..haja pessimismo e falta de amor..bolas

bisgóia disse...

Ai ai ai ai que a menina anda muito cliente da SIC, ela é Floribella, ela é Jura.... Há coisas mais interessantes para ver!

Por acaso tb ouvi isso, tinha acabado de chegar a casa, e enquanto preparava o saco da ginástica liguei a televisão, mas dos 10 minutos que vi JUREI para nunca mais!

Anónimo disse...

mesmo n havendo uma definição para ele, o dicionário esforça-se, em vão...pelo amor não se espera, quando muito surpreende-nos...

Tiago Franco disse...

Branca de neve versão séc.XXI ?

trapezista disse...

....pois sim.... õ_O

Rosa disse...

Ana Sousa,
Isso existe, pensar demais? ;)

Blueangel,
Pode, sim. É até uma situação muito frequente, eu diria.

Sandra,
Ora essa, cada um sabe de si. A minha vida, por exemplo, é cheia de oitos e de oitentas ;)

P.,
Está toda a gente a "analisar" isto de uma forma "negativa". Porquê?

Bisgóia,
Tem lá calma contigo, miúda. O interesse é algo muito relativo. Eu passo a explicar, trocado por miúdos: o que é interessante para ti não tem que o ser para o resto do mundo, assim como aquilo que tu não achas interessante pode suscitar interesse em imensas pessoas.
De qualquer forma, just for the record, aqui a menina só é cliente da Fox, da Fox Life e do AXN.

Meh,
Se estiveres à espera, já não te surpreendes! :D

Tiago,
Branca de Neve? Explica lá isso.

Rosa disse...

Trapezista,
Meaning...? :)*

bisgóia disse...

Claro que os interesses não são todos iguais,. Já viste se toda a gente gostasse de ti? Era uma grande seca.

asdrubal tudo bem disse...

Desculpa que te diga mas quem disse essa frase devia ter 14 ou 15 anos e por isso ainda não tinah tido tempo para o amor. li o teu post anterior e coincidência das coincidências se tiveres paciência vai aqui http://maisvalericoecomsaudequepobreedoente.blogspot.com/2006/09/estrias-e-lendas-que-marcam.html

Xana disse...

Como eu compreendo essa frase! Eu não seria virgem até hoje, mas, garantidamente, teria sido virgem até bem perto dos 30!

Sara disse...

Felizmente para todos nós, uma coisa não implica a outra! ;)

romã disse...

Também vi isso algures... tem muita graça! E é verdade, claro.
Parece-me evidente. :)
Uma coisa é amor, outra coisa é outra coisa. O idela é juntar ambas mas nem sempre é assim, julgo eu! :)

Miguel disse...

Olá,
já agora não queres partilhar o teu pensamento....?
Sexo e Amor.... o ideal são os dois em simultâneo. ;)

morango disse...

As novelas têm o valor que lhe queremos dar mas às vezes dizem em poucas palavras, grandes verdades!

Aposto que era brasileira!

bjs

marta disse...

Safa!!! Isso é que não!

Patrícia disse...

Ó rosita, não penses muito! Uma coisa é estar à espera DO AMOR,( mas esse só vais ter a certeza que existiu quando ele desaparecer!) outra é esperar o amor que vai e vêm, cresce e diminui, que está presente e intenso num momento e mais tarde se esfuma sem a gente dar por isso!! Aposto que já não eras virgem, eu sei que já não o era, se calhar à tanto tempo (ou mais?!?) quanto não o sou;)
Beijocas

Sandro disse...

:)

Mia disse...

Ui, eu já não era virgem, mas tinha que ter esperado tempos infinitos!!!!!!
Assim fui treinando! hehehe

GE disse...

Amor ?? Aonde é que ele anda ? :))

Bjinhos

pp disse...

Ouve lá...tu não queres é admitir que vês os morangos com açucar :))))

:)*

Tita disse...

Não sei que novelas andas a ouvir (deve ser prai o "Jura", não?) =)
Mas essa frase é bem verdade.

elisa disse...

O que prova que cada caso é um caso e que nem todas as histórias são iguais. Não é bom, nem é mau. Simplesmente é.
:) Beijinhos Rosa!

Teresa disse...

Cá eu era 'menina' para dizer essa frase! :D

Lu.a disse...

Cada caso é um caso, mas eu confesso que não concordo muito com a frase...

eumesma disse...

vjulhAh, pois é!!!
Essa frase veio duma novela, mas acho que não interessa de onde veio, pois faz algum sentido, poderia ter ser dito por qualquer pessoa...
A meu ver tem dois lados, esta frase:
Um positivo (sexo deveria estar sempre ligado a amor) e um negativo (muitas das vezes muitos de nós nunca chegam a conhecer o amor, essa é a triste realidade).

E prontos...é somente a minha opinião. :-)

Scarlett disse...

Rosa, o teu blog é deveras interessante. Fantástico o modo como nos deixas a pensar. Já cá venho há algum tempo (comecei a ler-te antes de Agosto) mas nunca tinha dito olá. Hoje cá vai o olá.

Adiante... quem diz virgem pode dizer muitas outras coisas. E não quero analisar a questão deste modo, mas sim de um outro prisma. Ou seja da quantidade de coisas que deixamos de fazer (ou que fazemos) por não sabermos se é a "altura" ideal ou não.

Eu gosto de pensar que me esforço o suficente e vivo o meu amor ou o meu momento com plenitude. Seja ou não o último.

Ana disse...

Minha nossa... *

Marco António Gonçalves disse...

Olá...
Vim parar aqui por acaso....
ouvi esta frase ontem na novela "jura"... por acaso....
foi a primeira vez que vi essa novela... por acaso....
será que a nossa vida é um acaso?????
beijo....

Minerva McGonagall disse...

Não concordo!!!

Zuza disse...

então e qual foi a novela q viste ontem??

(é q esta frase nem comento :PP)

anamoris disse...

Comigo não foi assim.
Beijos

amarga disse...

essa frase é mas é um bocadinho ressabiada! :) (mas tb n sei quem a proferiu)

Cristina disse...

não acredito!

rob disse...

não sei se viu ou se gosta do Lynch, mas mullholand drive é dos filmes mais cuirosos dele sobre o mundo dos sonhos das mulheres.
se puder entenda-o neste ponto de vista do humor do ser mais enigmático, curioso, e irresístivel do planeta:
uma mulher que dorme (cobertor rosa), está em Hollywood e quer ser actriz.
entende que a 'parte sexual' (a morena) atrapalha-a nesse objectivo e manda eliminá-la em mullholand drive, uma estrada anteriormente famosa.
entretanto a consciência (o carro branco) salva-a.
mas quem dorme percebe que não pode dixar à solta a sua parte sexual, e resolve enviar a sua 'parte social', a loira para a controlar... e então acontece a história dos sonhos de uma mulher... divertido, não acha?