quinta-feira, janeiro 18, 2007

All I want you, to be true...

… I just wanna make love to you.

[O que me deixa verdadeiramente irritada é que, se eu fosse um gajo, a pergunta nem se punha…]

34 comentários:

Sara disse...

Tens toda a razão. Continuamos a ser muito discriminadas, também a esse nível.

joaninha disse...

pa ñ variar né?

Xana disse...

Pois é, amiga. A solução é mesmo não ligar nenhuma!
E pior ainda é quando esse tipo de perguntas, ou os comentários que, inevitavelmente, se seguem, vêm de outras mulheres.

Miguel disse...

Porque motivo (vá se lá compreender a linguagem feminina), as gajas questionam "TUDO". Nem sequer ficam a saber mais ou melhor, mas pronto... deve ter sido uma trabalheira para Ele no acto da criação...."ora vamos lá arrancar um pedacito de costela, para ver se isto fica mais perfeitinho...então mas e agora o que é que eu faço com isto????....Já sei, vou fazer algo parecido mas só com uma cabeça."
Eis que a mulher nasce de uma interrogação.
:)

Rosa disse...

Sara,
Haja paciência!

Joaninha,
Não te entendi... :)

Xana,
Pois... :|

Miguel,
Estás a ver as diferenças? Tu, homem, simplesmente percebeste o meu post todo ao contrário! :D Na impossibilidade de te fazer um desenho, passo a explicar: o "I just wanna make love tou you" é uma resposta minha. Portanto, a pergunta não foi formulada por mim, mas sim por ele. A questão é que, se eu fosse um gajo, nem haveria lugar à pergunta, porque a resposta estava implícita; toda a gente acharia natural que fosse apenas para isso que ele a quisesse.
Aliás, o facto de tu teres percebido tudo ao contrário, diz tudo! ;)

Xana disse...

Ai, realmente, Miguel, a tua interpretação é a maior prova de que o que está no post (o que está lá, não o que tu leste!!) é a mais pura verdade. :)

wings disse...

Apesar de ser homem, tenho que concordar contigo, boneca. Muito pouca gente está "aberto" a entender que uma mulher pode não querer mais nada de um homem para além de sexo.

particula-RG disse...

Oh...
:)

Miguel disse...

Pois é fui apanhado que nem um patinho (quác, quác), estavam á espera que o primeiro gajo comentasse e pimba!
A leitura que fiz é que te sentias mais á vontade em tomar essa atitude se fosses um gajo.
O que eu procurei comentar foi que isso tem a ver com os papeis impostos, segundo o sexo.
Agora, Ele no acto da criação não definiu papeis, esses somos nós que os criamos e depois subvertemos, porque assim tem mais piada.
Já sei que da próxima vez que aqui chegar trago um gato na mão e fico á espera.....fiissst.

Anónimo disse...

concordo ali com o wings.

Teresa disse...

Então não respondas que queres fazer AMOR com ele ;)
Talvez seja essa palavra que lhe esteja a fazer alguma 'confusão' :D

Anónimo disse...

:) porque não se poria, ein? õ_O

Tita disse...

Tens toda a razão, Rosita. E ainda que, mesmo assim, a pergunta se pusesse, de certeza que ninguém estranharia a resposta como estranham quando somos nós, mulheres, a dá-la.

joaninha disse...

deixa pa lá... nem eu... não foi dos meus melhores momentos! :P

mas concordo ctg...

beijinhos

BÓLICE disse...

BHHAAAAHHhh! Alguma vez na vida isso existe...alguma vez na vida alguma mulher só quer um gajo só p'ra dar a foeirada?!? Só se for fantasia, só pode!!! Nááá... não me parece... a experiência diz-me que depois da keka e não É muito tempo depois vem um suposta obrigação desse homem "escolhido" para alguma tarefa e digo mais... tarefa bem chata mesmo! Ou não É? Vá lá... agora desmente lá esta completa, integra, verdadeira e valiosa afirmação... vá... =D
Atenção: não digo que as mulheres sejam do pior que exista (atÉ porque sou fan de tal existência), mas que a natureza as brindo com a pÉrfida premonição, ao ser que Deus deu o condão de ser MÃE. Acho que está aqui muito, e muito mesmo bem dito.

BJKs e tÉjá

B)

Peste disse...

Gostava de pedir que divulgasse e participasse na campanha de benificiência que lancei no meu blog à Ajuda de Berço.

http://coracaonasnuves.blogspot.com/

Grata

andorinha disse...

Como te compreendo, Rosita:)
Nascemos gajas,vamos ter que continuar a suportar este tipo de preconceitos...
Já há muito que não te dou uma bicada, aqui vai ela, toma lá uma bicada meiguinha:)

Rosa disse...

Wings,
Eu sabia que tu me ias compreender ;)

Particula-rg,
Um grande "Oh" para ti também, miúda! :D

Miguel,
Pois, de facto, não foi nada disso que tu comentaste. E olha que nem costumas ter dificuldades de expressão! :)

Llew,
Fazes bem. Ele costuma saber o que diz! :D

Teresa,
Achas? Mas há todo um sentimento envolvido [há é sentimentos e sentimentos...]. A expressão nua e crua não assentaria aqui nada bem.

Trapezista,
Porque a resposta estaria implícita. Nos homens toda a gente acha naturalíssimo.

Tita,
Acho que foi isso mesmo que acabei de dizer aqui em cima ao amigo Trapezista ;)

Joaninha,
:) Maluquita!

Bólice,
Lá está, a experiência diz-te. E nós só vamos conhecendo os outros e o mundo através das nossas experiências. Portanto, se a experiência te diz isso, não és obrigada a saber mais nada. Mas, pelo sim, pelo não, eu arriscaria sugerir-te que alargues a tua experiência... :Þ

Rosa disse...

Andorinha,
Olha que assim, neste contexto, isso do "há muito que não te dou uma bicada" é capaz de soar mal! :D :D :D
Beijinho na asa, Dra! [Vá, tens que me perdoar esta, porque também há muito tempo que eu não te chamava dra!!]

Cláudia Cunha disse...

Se calhar tens de responder-lhe em português... ;-D

Shakra disse...

Olá, nós somos os Shakra, uma banda de covers da margem sul do Tejo (Montijo) e convidamos-te a visitar o nosso blog e comentar!!!
Obrigado!

Xuinha Foguetão disse...

Rosinha,

vê lá onde te metes! As coisas estão mudadas (não tanto como deveriam) mas se calhar daqui a uns dias é ele que te está a cobrar qualquer coisita.

Hoje em dia, há relações que se resumem a isso e algumas vezes são os homens que ficam mais presos do que as mulheres.

Miúda, bom proveito!

Hi! Hi! Hi!

(e não lhe deixes o nº de telefone...)

Zeca Paleca disse...

Só queria dizer o seguinte:

A vida não termina quando acaba um amor. O amor dá vida à vida.Não reneguemos o amor, mas não soframos inultimente em seu nome!

Espero que me compreendas.

www.lusoprosecontras.blogspot.com

BÓLICE disse...

"não és obrigada a saber mais nada"

Admito que tu te tenhas enganado no sentido (masc./fem.) da frase... não quero acreditar qu'esta seja uma provocação, nÉ?
Aceito a tua sugestão em relação ao alargamento do meu conhecimento. É precisamente isso que ando sempre a tentar fazer, acreditando que hajam mulheres um pouco diferentes. Neste caso sou incansável na sua procura. Arriscaria atÉ a "convidar" alguÉm que me prove o contrário. Mas isso É outra exposição de factos... e talvez demore o seu tempo... sou paciênte e não obrigo ninguÉm, mas gosto de aliciar...OOOHH se gosto!!!

BJKs e tÉjá, Rocita, por sopuesto

B)

Rosa disse...

Cláudia Cunha,
Se calhar! :)

Xu,
Não creio que se trate de cobranças. Eles ficam é desnorteados quando perdem um pouco de controlo ;)

Zeca Paleca,
Por acaso, não compreendi :) Ou melhor, compreendi perfeitamente o que disseste, só não percebi o que é que tem a ver com o post.

Bólice,
Já me chicoteei mentalmente pelo lapso! :D

P. disse...

era doce serem so eles a poder era era...;)

BlueAngel disse...

Há preconceitos que, infelizmente, ainda vao demorar muito tempo a cair. Este é um deles e, hoje em dia, já não se entende pq permanece.

marta disse...

Gosto tanto quando estas coisas acontecem! Ainda ontem andei com esta música para trás e para a frente (na cabeça) por razões que agora não interessam (cof cof)... Mas foi giro entrar aqui no "sorrisos" e ver o teu post. Eheheheh :)

Anónimo disse...

Certo certo, é que quando um Homem sai com uma Mulher não sabe como vai acabar a noite. A Mulher sabe sempre!

pp disse...

Pois eu cá acho que tambem é machismo, pensar que as mulheres podem não querer nada mais do que sexo com um homem....
:)*

andorinha disse...

Tens toda a razão com essa da "bicada"; nem reflecti no contexto.:)))
Ando meio distraída ultimamente.
E por hoje perdoo-te o Dra, mas não abuses:)
Bjs

x-prep disse...

Inda assim, estranho ou não, a verdade é que ainda existem homens a quem se pode fazer essa pergunta

BÓLICE disse...

Ena... a simpatia não verga neste estaminÉ... É de louvar! Haja boa vontade e espírito alegre. Fico bastante sensibilizado. Obrigado Rocita... hasta SiemprÉ y'olÉ, y por sopuesto, simpática niña!

tÉjá

B)

MIN disse...

Ora aí está!