segunda-feira, janeiro 07, 2008

Cine... quê?

- Pensei que as putas não beijavam na boca.
- Há sempre um cabrão que nos faz mudar de ideias.

São diálogos desta beleza e profundidade que fazem do cinema português esta coisa extraordinária em que ele se transformou desde os tempos do saudoso Vasco Santana.

34 comentários:

Costinhas disse...

pois...

Paulo L. disse...

lol mas a soraia chaves dá sempre um certo estilo á coisa:)

Xana disse...

Ui, às vezes parece que é mesmo bom não viver nesse país :) Ia perguntar o que era, mas o Paulo l. já "me" respondeu. Imagino que ela (a Soraia) esteja nua.
Beijinhos.

Miguel disse...

Olá e um Bom Ano,
...podes sempre deliciar-te, com o humor de Manuel de Oliveira. ;)

PortoCroft disse...

Tens toda a razão, o diálogo - respeitando o novo acordo - deveria ser:

- Cualé? Piranha também beja ná boca? Sábia não!
- Tem cafageste qui nos faiz virá mocinha mesmo. Me beija, safado! :))))

Carlota disse...

Eu bem desconfiava que não valia a pena gastar o meu dinheirinho ;)

Xuinha Foguetão disse...

Imagino qual seja o filme mesmo sem o ver... :)

Beijocas Rosinha.

ariana luna disse...

Rosita,
Ambas sabemos que quem vai ver o filme não é certamente pela profundidade dos diálogos!...

Alba disse...

lol. Mas naquele contexto, esse diálogo até parece adequado. Isto é, não imagino que pudesse ser muito diferente...

Bom ano, Rosa :)

morango disse...

E desde a Soraia Chaves que tem vindo a melhorar...

Xiça!

Kuki disse...

Desde que a Soraia continue "boa" (não digo boa actriz, porque sobre isso já sabemos que precisa de um bom bocadinho de sal...), a sala enche sem problema. E isso é que interessa :)

Pedro Viegas disse...

Valham-nos as séries já em DVD do Vasco Santana, Ribeirinho etc. Ao menos esses com as condições da época, divertem-nos.

... mas neste País desde que há uns ano subsidiaram um filme, penso que do J Cesar Monteiro todo ele de imagens negras (portanto, sem imagens´)...

"Quo Vadis" belo País ???

jp

Cristina disse...

pois é, ha sempre :p

Eduardo Lara Alves disse...

Neste País tudo é possível! A cultura é estranha :)

Ana Raquel disse...

Ora... Interessa lá o que eles dizem... O que interessa é que aparece a Soraia. e a mostrar as maminhas ainda melhor!
(Ver o trailler desse filme numa sessão da 00h com a sala cheia é de fugir!)
beijinho

andorinha disse...

Concordo com o que já aqui foi dito: quem vai ver o filme está-se marimbando para os diálogos...

Beijinhos.

Rita. disse...

Li boas críticas ao filme... desconfiei. Desconfiei ainda mais quando disseram que retratava bem a sociedd portuguesa, é que se retrata, não é tda de certeza. Escusado será dizer... não vou ver, então depois desta amostra! Obrigada pela partilha de tão rico e elucidante diálogo!

Nita disse...

Bom 2008

claudia disse...

é que assim é que somos realmente bons! somo modernos!!

;)

Mary disse...

Também imaginei que não valia a pena perder o meu tempo e dinheiro...
Também o que o pessoal (homens) quer ver é as mamocas da nossa querida Soraia...dai ao exito do filme, pelas mamocas...viva as mamocas...

beijocas
Isa

eumesma disse...

Cine-porcaria é o que é!!

Filmes onde entre esse menina, recuso-me ver, guardo os lugares para os elementos masculinos lol

Bjs

Lu.a disse...

lol!!
E eu que estive mesmo para ir ver o filme...!

FM disse...

Pensamento interessante, sem duvida...

Tita disse...

foste ver o call girl? lol que desperdicio de tempo e dinheiro :P

Jaime disse...

O problema não é dos diálogos, é da comunicação social que os promove, do ministério da cultura que financia e da mafia Vasconcelos que controla o panorama televisivo e cinematográfico deste país.

João Filipe Ferreira disse...

lol mas laguem perde tempo a ver filmes portugas? ehhehe eu não looolll
mas tá um bom diálogo eheheh, e depois vêm com os records de bilheteiras...como BONS FILMES. Apenas têm records pk põem a Soraia Chaves nua ou assim, pk se não ninguem ia ver:P eheh

beijinhos e sorriiii

Catarina disse...

Com a regra de quebrar regras por desconhecimento e nãi usar acentos, eu respondo... Deve ser mesmo esta a resposta. Cine... quê? Simples! Cine...má!!!!!!! Muito má mesmo!!!!

Mãos de Veludo disse...

o mais engraçado, é dizerem que os filmes ingleses tb têm asneiras... e é uma realidade, só não têm de frase em frase... enfim... =s

J disse...

E é neste momento em que eu orgulhosamente digo: NUNCA VI UM FILME PORTUGUES (com excepção dos do amigo Vasco):P
Bjinhos

pensamentosametro disse...

Se pudesse voltar no tempo e pudesse trocar um "castigo" por outro, tinha ficado em casa e como auto-punição, visto 2, reparem, 2 episódios das Chiquititas.

LopesCa disse...

Um dos meus filmes preferidos é a Canção de Lisboa :)

AeroLisboa disse...

Não vi este filme, já perdi tempo suficiente a ver o outro do padre. Enfim, a ideia do seminarista enrolado era uma fantasia da minha companhia...
Mas sinceramente, a Soraia Chaves e as bonecas insufláveis deixar-me-iam indeciso na decisão, em caso de ultimato fulminante num deserto infindável de mulheres.
Cumprimentos

Alquimia disse...

Os filmes portugueses são extremanente comerciais e nada culturais. É profundamente lamentável gastar dinheiro em produções como Eu, Carolina e Call Girl mas ... é o que vende. É um bocado como a música pimba, não vale nada mas dá lucro. Enfim... tudo isto se deve à falta de cultura do povo português.

Beijos.

Rita disse...

Permitam-me discordar. Não percebo qual é o problema do diálogo. Estamos a falar de uma puta e de um polícia. Eu fui ver o filme e gostei. Aliás, não percebo por que razão as pessoas se chocam tanto quando ouvem asneiras em português. Se toda a gente as diz... Nos Sopranos já não choca? Nos filmes do Tarantino também não? Ninguém aqui fala «sujo» no sexo? Ninguém diz caralhadas com os amigos? Give me a break...