quinta-feira, agosto 23, 2007

Constatando e andando

A minha avó irrita-me. Muito.

17 comentários:

claudia disse...

Ohhhhh!! Eu adorava a minha!!

;)

AnaBond disse...

inspira
expira
inspira
expira
inspira
expira

(bem vinda de volta)

Psychic disse...

LOL. A minha materna também me irritava, a paterna nem por isso ;) já os avôs adorava-os. :)

Carlota disse...

Será que andou uma semana a chatear-te que devias casar e ter filhos??

Lu.a disse...

A minha tambem!!

Minerva McGonagall disse...

E a minha??? Está impossível de aturar!

Llew disse...

porquê? tadinha da velhota!! :P

Rosa disse...

Cláudia
Sorte a tua! :)

Anabond,
Agora já passou. Mas ao pé dela, faço faísca! ['brigada!]

Psychic,
A paterna, não conheci. O avô paterno, conheci mal. Já o avô materno (o marido desta avó que me irrita), era em tudo o oposto dela, e eu gostava muito dele.

Carlota,
Se fosse isso, até já estou habituada! :D Mas não, é mesmo a maneira de ser. Não temos nada em comum.

lu.a e Minerva,
Já me sinto menos malvada!! :)

Rosa disse...

Llew,
O ser velhota (que por acaso até nem é muito), só por si, não a desculpa de tudo.

Llew disse...

normalmente têm a mania de se meterem onde não sao chamadas... mas todos os meus avós morreram era eu bem mais novo... por isso nao sei :(

Xana disse...

A sorte é que a vês muito pouco! :)

semper disse...

Mas que netinha mais desnaturada. Não comes mais os pasteizinhos, os bolinhos, os netinhos, os iogurtes da yoplaite, as gelatinas da marca royal da vóvó e não te deixo ver os canais codificados da tvcabo sozinha.Ahhhh e a partir de agora acabaram-se os dois beijinhus. A partir de agora só dás um na face esquerda. Ouvistesss!!!????

Eduardo Lara Alves disse...

Os avós chegam a uma idade em que se tornam dependentes de atenção com crianças. Se te irrita devem ter algom em comum.

Beti disse...

Vive a tua avó e aproveita ao maximo todos os momentos com ela...infelizmente n tive o prazer de conhecer as minhas avós:(
Bj grande e passa lá:)

Dina disse...

Por vezes isso acontece, há quem tenha mau feitio e não é por serem avós que deixam de o ter.
Isso das avós bozinhas e queridas é mais um mito que outra coisa!

Tita disse...

Respira fundo, Rosa.
E conta até 10...
Vá, 100...
1000?

BlueAngel disse...

Mas aproveita-a e muito!!! Tenho muitas saudades da minha (a materna, porque a paterna não conheci).