sexta-feira, junho 08, 2012

Ossos do ofício

O pior livro que li. Assim, em absoluto. Não é o pior livro que li nos últimos anos. Nem o pior livro para crianças que li. É o pior livro que alguma vez li.
Primeiro, a ideia de "miúdos de esquerda" e de "miúdos de direita" é absurda, claro. Toda a gente vê isso, exceto os autores e, ao que parece, o ministro das finanças.
Segundo, é óbvio que há várias explicações para a crise [nunca nada é apenas preto e branco - quer dizer, os pinguins são... e as zebras, e os dálmatas, e os filmes do Charlie Chaplin... mas vocês entendem-me], mas a ideia de a crise ter duas explicações completamente antagónicas, conforme se é "de esquerda" ou "de direita", é, além de estúpida, irresponsável.
Terceiro, não se aprende nada. Nós, adultos, quando não percebemos alguma coisa, até costumamos pedir, como no anúncio, "explica-me como se eu tivesse 4 anos"; porque se supõe que as explicações dadas às crianças são simples e claras, sem rodeios e sem floreados. Ora pois, ursos, abelhas, mel, blá-blá-blá, yada-yada-yada... "saímos" do livro tão esclarecidos quanto "entrámos".
Quarto, a mensagem com que termina é repugnante: ó filho, o teu amigo diz o contrário do que eu digo, porque está a ver o mundo de pernas para o ar. Ou seja, não é porque tem pontos de vista diferentes, ou porque viveu experiências diferentes, é, basicamente, porque está a ver mal, está errado, é parvo.
Por último, mas não menos importante, o urso da capa "de esquerda" parece um elefante e o urso da capa "de direita" tem ar de psicopata javardo.



6 comentários:

Xana disse...

A ideia era uma boa ideia. Pena que não a tenham sabido concretizar.

sonia disse...

Ora bem quantos milhões gastos novamente em papelada que não ajuda ninguém??

Ainda se fossem dicas para sair da crise ou para adoptarem comportamentos mais responsaveis!

enfim...

beijinhos

wings disse...

Pensei nisso, mas li antes de comprar, e desisti logo.

* disse...

Rosinha, que saudades tuas! É bom ver-te de volta.

bj



Sandra (Guga2004)

Inês S. disse...

heya! bem vinda de volta!!

Sara disse...

É horrível. Eu li-o por curiosidade, em casa da minha irmã. Mas, mesmo antes disso, não ponderei comprar, pois só o "de esquerda" e o "de direita" mostravam que lá dentro não podia haver nada de muito inteligente.