quinta-feira, setembro 03, 2009

Estou aqui na dúvida:

Não sei se comente convosco o facto de, a partir de agora, só comprar calças de ganga na Zara (há pouco tempo um encontro imediato entre uma esquina de uma mesa de metal e umas Pepe Jeans novinhas em folha resultou num buraco na perna; agora, um agachamento para apanhar uma coisa do chão teve como consequência um rasgão no joelho de umas Miss Sixty não tão recentes mas ainda assim muito pouco usadas), ou o atentado à liberdade de imprensa que a saída do ar do Jornal Nacional da TVI supõe (obrigando-me a sair em defesa de um formato e de um tipo de jornalismo que não me diz nada, mas a liberdade acima de tudo).

Ai, a indecisão...

28 comentários:

ariana luna disse...

Pois Rosa Maria, não sei que te diga...

Que tal uma manifestação na Zara em defesa do Jornal Nacional da TVI?
[era uma ideia...]

IandU disse...

Já tentaste ver se as calças têm garantia?
As Levi's têm ;)

Observador disse...

Duas coisas:

- Proponho calças da Salsa.

- O problema na TVI não é um ataque à liberdade de imprensa.
É, antes, uma decisão originada pela "vítima".
Desde logo, o abjecto estilo do Jornal Nacional da TVI, ficou há muito tempo marcado pela forma escandalosa como Manuela entendia o (seu) jornalismo.
Contudo, esta é a base para outros voos imerecidos de Manuela.
Fiquemos atentos.

Catarina disse...

É do país!

captivated disse...

Ora, em vez de comentar apenas um assunto...
...comentam-se os dois!

Já a extensão do comentário acerca de cada um dos assuntos... nem sei bem que diga. Os dois dão pano para mangas (bom, num dos casos o assunto dá até pano para pernas de calças).

Carlos disse...

Calças rasgadas:
com um rasgão estão rasgadas,
com 3 ou 4 estão na moda.

Compra na Salsa que os vossos rabos ficam melhores. Enganadoramente melhores, nalguns casos, eu diria.

Quanto ao outro assunto, qualquer rabo de saias - ou neste caso de calças - será mais interessante que a Manuela, portanto, abstenho-me de comentar :P

Dry-Martini disse...

Quer-me parecer que se optares pela ausência de calças pode mexer com a TVI .)

XinXin

Lu.a disse...

Umas Miss Sixty pouco usadas e já com um rasgão??! Fogo, eu exigia o dinheiro de volta!!

Liana Andra Marques disse...

Eu sou a favor ;) às vezes o caro sai bom, mas hoje em dia vem tudo da mesma "grande fábrica": made in China ou made in taiwan

ap disse...

Falta de liberdade de imprensa? É serviço público! Não permitirem, em horario nobre, uma pessoa tão arrogante e parcial como MMGuedes dar as notícias! (;

Falando a sério isto acontecer à porta de eleições é assustador Rosa mas tb parece-me obvio demais (:

Olhos Dourados disse...

Estou contigo!

Sónia disse...

Bom calças, só baratinhas!!

Moura Guedes, não vejo, mudo de canal, mas achei que viviamos com liberdade! Eu tenho a liberdade de escolher que noticias ler/ver, acho que deve haver tb a liberdade de decidir que tipo de jornalismo fazer!

Mimi disse...

Isso mesmo, a liberdade acima de tudo!

Jasman disse...

Eu pessoalmente so compro calças boas porque as da Zara e afins ao fim de meia duzia de lavagens ja nem sãoo da mesma cor, e os designs não tem nada a ver!!!

Quanto à Moura Guedes das duas uma:

Ou ela/Partidos adversários fizeram isto para por mais pressão em cima do Socrates;
Ou os espanhois simplesmente fartaram-se dela e ela sem protecção do marido foi de C*n+!
Íncrivel foi a entrevista dela com o Marinho Pinto!
Ou

Pedro de Payalvo disse...

não que uns rasgões nas calças te fiquem mal, mas em jeans só uso o original, e aconselho sempre Levi's...

Miguel disse...

Olá,
calças de ganga, aconselho Hugo Boss.

Para a Liberdade de expressão, definitivamente não aconselho Manuela Moura Guedes.

Não se trata de "calar uma voz incómoda". Essas são caladas diáriamente por não terem acesso a canais previligiados de informação de massas.

Lembro-me da moça, dos tempos do Programa Televisivo "Berros e Bocas" (com o Luis Filipe Barros)...um mimo a explorar pelos "Gesourinhos Feprimentes".

Na actualidade é mais uma pessoa que se usou da política (já foi deputada pelo PP), e continua a esconder-se atrás da Carteira de Jornalista para fazer passar as mensagens convenientes para determinado sector politíco.

Censura foi terem acabado com o "Jornal da 2", na RTP 2, Com o "Fisga" do João Grosso, com o "Herman Enciclopédia".

Toda esta situação à volta da saída da MMG, continua a servir interesses politicos e sociais, a qualidade em causa não merece tanta atenção.

Se não fosse um ano de eleições, alguém reparava que ela tinha sido afastada?

um beijo

Rosa disse...

Miguel, eu gosto tanto do "jornalismo" que a MMG faz como tu. O jornal de sexta dava mau nome ao jornalismo e aos jornalistas e há muito que a TVI devia ter acabado com ele (ou melhor, nunca sequer devia ter começado). Mas não posso ser a favor da "liberdade de alguma imprensa". Sou a favor da liberdade de imprensa. Ponto. Se a decisão partisse da Direcção de Informação, eu não só não achava mal, como aplaudia de pé, mas ser a administração da empresa a terminar o programa não é uma decisão editorial, é uma decisão política. E é isso que o meu "amor" pela liberdade de imprensa não permite aceitar. Só isso. De resto, folgo muito em ver que o jornal de sexta da TVI acabou! :)

Mãe Gabi disse...

nem comento!
calças de ganga Quebramar!

triss disse...

Calças de ganga é raríssimo usar, não posso portanto deixar aqui o meu contributo nessa matéria.

Quanto á tia Manela, acho o caso um abuso. Embora nunca visse o jornal da tvi, sou a favor da liberdade de imprensa.

yulunga disse...

Faço minhas as palavras do Observador, sem mudar uma única vírgula que seja.

Rotas também é bem.
As minhas velhas agora estão todas a uso :-P

O Dry Martini tem imensa piada e hoje esteve muito, muito bem.
Ele dá-lhe bem ;-)

滿天星花語 disse...

HI:nice to meet you!

Thanks to friends all over the world to Taiwan to help the flood of support and also wishes everyone peace and happiness!

Food:
chocolate,彌月蛋糕,乳酪蛋糕
巧克力,蛋糕,中秋禮盒

Accommodation:
MOTEL,汽車旅館,台中汽車旅館

Clothing:
日系服飾,服飾批發,流行服飾

Housing:
法拍屋,法拍屋,法拍

Automotive:
大樓隔熱紙,汽車隔熱紙,隔熱紙

Health:
保健食品,樟芝,納豆

Marriage:
外籍新娘,大陸新娘,越南新娘
外籍新娘,大陸新娘,中國新娘

pet:
柴犬,哈士奇

Kitchenware:
室內設計,室內設計作品,歐化廚具,廚具
系統櫃,系統傢俱,傢俱,裝潢,廚具工廠

cleaning:
清潔公司,seo

yoga:
瑜珈,瑜珈教室,瑜珈補習班
瑜珈教學,瑜珈教室,高雄瑜珈

travel:
墾丁旅遊網,墾丁旅遊,高雄縣旅遊,高雄縣旅遊
阿里山旅遊,高雄旅遊,日月潭旅遊

Tite disse...

Rosa dear,

Melhor, melhor é comentar a compra das tuas calças de ganga em todo o lado mesmo que seja na feira de Carcavelos.

O outro assunto, que já nem me lembro qual é, não tem interesse nenhum.

Bolas!!!!! Livra!!!!!

opinião própria disse...

Realmente. O jornal da tvi era um nojo. Mas abaixo a ditadura limitadora da liberdade de expressão..

LopesCa disse...

Acho que vou só falar das calças de ganga...
gostei da sujestão da Salsa pois não convém exagerares e passares logo para a Zara :S

Eduardo Lara Alves disse...

Eu voto nas calças de ganga mesmo nas rasgadas :)

Pedro de Payalvo disse...

traduz lá o chinês, pode ser que se arranje qualquer coisa barata...

M.S. disse...

Que tal uma compra na feira do relógio ???

da Silva disse...

Visitem, tornem-se membros e comentem:

www.olhodocu.com

O Olho do Cú surge de uma ideia que provavelmente já passou pela cabeça de milhares de pessoas por esse mundo fora.
- Em que lugar poderei eu exercer a minha liberdade de expressão de modo a que esta seja vista e revista por milhares de pessoas?
- Onde poderei encontrar pessoas com vontade em expressar as suas opiniões, agrados e desagrados?

A resposta é simples…
www.olhodocu.com

Se nunca imaginou ser possível participar num projecto deste género…
Pensou que um lugar como este nunca iria surgir…
Se acha que esse lugar vai fechar…
Se pensa que aqui a sua opinião não conta…

Lamento informar, mas está redondamente enganado(a).

O Olho do Cú veio para soltar toda a m#%$& que está dentro de nós!!!

Para que não restem dúvidas aqui fica a principal motivação do Olho do Cú

Artigo 37.º
(Liberdade de expressão e informação)

1. Todos têm o direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio, bem como o direito de informar, de se informar e de ser informados, sem impedimentos nem discriminações.

2. O exercício destes direitos não pode ser impedido ou limitado por qualquer tipo ou forma de censura.

3. As infracções cometidas no exercício destes direitos ficam submetidas aos princípios gerais de direito criminal ou do ilícito de mera ordenação social, sendo a sua apreciação respectivamente da competência dos tribunais judiciais ou de entidade administrativa independente, nos termos da lei.

4. A todas as pessoas, singulares ou colectivas, é assegurado, em condições de igualdade e eficácia, o direito de resposta e de rectificação, bem como o direito a indemnização pelos danos sofridos.

in www.portugal.gov.pt - Constituição da República Portuguesa

Esta mensagem será apenas enviada uma única vez e tem por objectivo dar a conhecer um espaço que tem como máxima a "Liberdade de Expressão"

http://www.olhodocu.com