sexta-feira, fevereiro 01, 2008

Lembram-se de cada uma...

Parece que a ONU quer que Moçambique acabe com o tráfico humano. Ora, isso é mais ou menos o mesmo que pedir a França que proíba os queijos e os vinhos.

12 comentários:

Dina disse...

Da escravatura para isto onde está a diferença? O tráfico humano movimenta milhões que vão direitinhos ao bolso de meia dúzia...que não estão interessados em que lhe matem a galinha dos ovos de ouro. É assim com a guerra, com a droga...achar que se pode acabar com estes flagelos é utopia. Oxalá não fosse mas é.

Marisa disse...

É dificil!!! Mas era bom que conseguisse!
Alguma coisa tem de se fazer.

Sílvia Margarida disse...

Tem que se começar por algum lado...
Não se vai a lado nenhum de braços cruzados!!!
Pode ser um começo, para um mundo um bocadinho melhor!!!
beijos

Daniel Aladiah disse...

Não deixa de ser bem lembrado e quanto mais o for, melhor!
Um beijo
Daniel

Nita disse...

Começaram pela lembraça...já não é mau...:P
Beijinhos

claudia disse...

Então Rosa! Estás a dizer que no crescimento anual do PIB de Moçambique entra o tráfico humano?!

Luis disse...

Mazinha.

Graça disse...

Boa comparação!!

Beijo

Cristina disse...

ou com presidentes mulherengos..

ola miuda, bom fim de semana:)

Rita. disse...

O problema é que não é só Moçambique... é em grande parte da África e da Ásia e também América do Sul e se calhar em alguma Europa dita de "Leste". O que é mau é que as Nações Unidas resolvam levantar o dedo indicador com olhar reprovador, tal professora primária a criança mal comportada, a Moçambique, em vez de tomarem medidas concretas e reais (ou pelo menos fazerem pressões para tal junto aos governos), nos vários países onde isto se passa.
Nações Unidas... melhor que nada, mas se visto de fora já é mau, visto por dentro é melhor nem falar, havia tanto, mas tanto para dizer, mas é melhor não que o comentário já está maior que o post...

Eduardo Lara Alves disse...

Seria quase como te pedir para não trabalhares tanto ;)

Pinheirinha disse...

Pois... o Somerset citou o Hemingway "The world is a fine place and worth fighting for." Ele só concordou com a segunda parte, eu concordo com as duas. A vida é bela mesmo com estes gigantescos senãos e mais bela fica quando lutamos por ela um bocadinho todos os dias. Pena é que não lutemos o suficiente.
Ah... olá, eu sou a Pinheirinha :)